Lead Time: O que é e qual sua importância para as empresas


Diante de uma sociedade cada dia mais imediatista, e com o impulsionamento do e-commerce, as necessidades dos clientes mudaram, onde o prazo para entrega dos itens passou a ser determinístico para o consumidor finalizar o seu pedido. E, foi pensando nessa otimização de tempo, que hoje vamos te apresentar um indicador bastante utilizado nas grandes empresas para estar gerenciando o tempo em que o item está pronto para ser entregue e também o seu tempo de entrega, conhecido como Lead Time.


Mas afinal, o que é lead time?

Segundo a engenharia, o Lead Time é o tempo decorrido entre a chegada de um pedido efetuado por um cliente até a entrega do produto. Ou seja, é o processo entre o fechamento de uma compra, que abrange os seguintes procedimentos: entrada da solicitação no sistema, separação do item no estoque, transporte e entrega. Para cada etapa desse ciclo o tempo de execução/ aplicação é diferente. E por isso, precisam ser analisadas separadamente, para isso existem três tipos de lead time. Sendo eles:

  • Lead time de compra: Que consiste no tempo de solicitação de matéria-prima/produto ao fornecedor e a sua entrega a empresa.

  • Lead time de produção: Que consiste no tempo de processamento da matéria prima para se transformar em um produto finalizado.

  • Lead time de entrega: Que consiste no tempo em que o produto sai da produção e é entregue ao cliente.


Como funciona o lead time?

O lead time é calculado considerando todas as etapas de um processo de produção ou de um projeto. Quando acompanhado ele orienta na otimização de inúmeras funções dentro de uma empresa, garantindo benefícios.


Mas como calcular o lead time?


1. Liste os insumos

Avalie quais são os elementos necessários para um trabalho específico.

2. Investigue o tempo de aquisição

Para essa etapa é importante saber o quanto de tempo será gasto para adquirir cada item da lista. Depois, calcule o tempo de deslocamento dos itens do fornecedor até a chegada à sua empresa, considerando uma margem de segurança para imprevistos.

3. Faça uma seleção de itens

Nessa etapa é importante selecionar os itens com prazos mais longos e analisar quanto tempo será necessário para recebê-los.

4. Estabeleça prazos de produção

Para essa fase o ideal é registrar o tempo que a produção leva para finalizar e entregar os produtos e considere isso para estabelecer o prazo.

5. Acrescente o tempo de entrega

Calcule o tempo de expedição e transporte para que o produto chegue até o cliente.

E por fim, após validar todas as informações dos passos acima, é possível somar a quantidade de tempo necessária para receber, produzir e entregar o produto ao cliente.

E então, analisar se o prazo é bem avaliado pelos clientes, e, caso negativo, a empresa fará uma análise crítica de todo o processo e irá buscar soluções para reduzir esse tempo.


Motivos para usar

Com a utilização desse indicador as empresas conseguem além de melhorar e controlar a produtividade geral:

  • Gerar prazos de entrega precisos;

  • Clientes mais satisfeitos;

  • Identificar gargalos no processo produtivo;

  • Melhoria de processos;

  • Geração de mais resultados com a mesma capacidade produtiva;

  • Padronização dos processos;

  • Mais confiabilidade para atender demandas de clientes.


Dessa forma, com a adoção dessa métrica a empresa passará por um processo de alto impacto, pois como foi listado acima, este indicador traz muitos benefícios implícitos, que é refletido em melhorias para todo o processo produtivo e também para o sistema logístico da organização.


Se interessou pelo indicador Lead Time e quer implementá-lo na sua empresa? A Ciclo Consultoria pode te ajudar! Entre em contato e agende uma reunião gratuita.


0 comentário
  • whatsapp-logo-1